Para reduzir os gastos dos órgãos públicos, empresas e também da população, Petrópolis está buscando projetos de desenvolvimento de “energia limpa” – como solar e eólica. A economia, de acordo com as alternativas já estudadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, pode chegar a 30% se somados a um trabalho de eficiência energética, como a troca..." />