[Coluna literária] “Matéria Escura” – Blake Crouch

“A maioria dos astrofísicos acredita que a força que mantém as estrelas e as galáxias unidas, aquilo que faz todo o universo funcionar, vem de uma substância teórica que não se pode medir nem observar diretamente. O que eles chamam de matéria escura. E essa matéria escura compõe a maior parte do Universo conhecido.”

 

Como a vida é feita de escolhas, de vez em quando a gente se pega pensando como seria se tivéssemos seguido outro rumo. Seríamos mais felizes? Mais realizados?

Jason Dessen vai ter as respostas para esses questionamentos. Após ter sido raptado ao voltar para casa, o professor universitário acorda numa nova realidade onde é um renomado cientista. Mas onde estão Daniela e seu filho Charlie? Jason é um pai de família com uma carreira frustrada ou um brilhante cientista solitário? Em que momento sua história seguiu essas direções?

“E se todas as crenças e lembranças que compõem quem eu sou – minha profissão, minha esposa, meu filho – não passarem de uma trágica falha no funcionamento da matéria cinzenta localizada dentro do meu crânio? Devo continuar lutando para ser o homem que penso ser? Ou devo deserdá-lo, abandonar tudo que ele ama, para simplesmente encarnar a pessoa que este mundo espera que eu seja?”

 

Numa busca alucinante por respostas, sem saber o que é real e o que são lembranças, Jason vai se deparar com várias versões suas enquanto tenta achar o seu verdadeiro caminho.

Blake Crouch, criador da série Wayward Pines, nos presenteia com um thriller sci-fi que em meio a fugas e situações extremas nos faz refletir sobre a importância de nossas escolhas e como elas nos impactam por toda a vida.

Se você pudesse voltar atrás, faria diferente?

Vale a leitura!

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.

error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização (contato@aconteceempetropolis.com.br).

Send this to a friend