Publicidade Concer: Sustentabilidade e economia
Publicidade Concer: Sustentabilidade e economia
Educação

TV Alerj começa a transmitir videoaulas da rede estadual

A partir desta segunda-feira (18), os alunos da rede pública estadual poderão assistir a mais aulas por meio da TV aberta. A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) ampliou a transmissão das atividades pedagógicas na televisão, que agora também serão exibidas na TV Alerj, no canal 15.2, de 7h às 9h.

A programação também será transmitida na NET, no canal 12, de 9h às 10h, horário concedido pela Rio TV Câmara à TV Alerj, e de 20 às 21h. As aulas já estão sendo exibidas todos os dias para todo o estado pela TV Bandeirantes, de 6h às 7h, com reprise de 14 às 15h para a Região Metropolitana.

A transmissão de aulas pela TV aberta tem como objetivos incentivar os estudos dos alunos e diminuir os impactos da interrupção das atividades presenciais nas escolas da Seeduc como forma de prevenção ao coronavírus.

“Por meio da parceria com a Assembleia Legislativa para veiculação das aulas na TV Alerj, os estudantes terão mais uma forma de acompanhar as aulas, ampliando o acesso e permitindo que os jovens acompanhem as atividades”, disse o secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes.

O secretário de Educação também ressalta que o aluno que perdeu as aulas ou deseja rever o conteúdo pode acessar o canal do YouTube Seeduc Rio. Os vídeos são postados na plataforma em forma de playlists, divididos por disciplina, série e temática das aulas.

Educa em Casa: atividades da 4ª semana já estão disponíveis

Dicas de leitura, atividades pedagógicas de acordo com a escolaridade, sugestão de projetos, tudo isso pode ser conferido na plataforma “Educa em Casa”, espaço virtual criado pela prefeitura para os alunos da rede municipal de Educação. As atividades da 4ª semana já foram atualizadas no endereço eletrônico que pode ser acessado pelo link: http://web2.petropolis.rj.gov.br/see/educa-em-casa/

Criada de forma totalmente gratuita pelo município para oferecer atividades pedagógicas complementares para os alunos da rede, o site já recebeu mais de 130 mil acessos desde o lançamento em abril.

“No endereço há atividades lúdicas, dicas de leitura e atividades para a educação infantil e ensinos fundamental e médio, além de orientações por parte da educação especial”, afirma a secretária de Educação, Marcia Palma.

Além das atividades, os estudantes encontram no Educa em Casa: jogos, propostas de projetos, uma biblioteca e visitas virtuais a museus.

Botão Voltar ao topo
error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização ([email protected]).