Concer: Bauernfest
Concer: Bauernfest
Cidade

Igreja do Rosário contará sua história através de Galeria Virtual

A história da Igreja do Rosário será contada através de uma galeria virtual, desde sua idealização no século XIX pelos homens pretos que compunham a Devoção de Nossa Senhora do Rosário em Petrópolis até os dias atuais. Com recursos do edital Retomada Cultural 2 da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECECRJ), o projeto é desenvolvido pela PROCULT (RJ Projetos Culturais) e faz parte das comemorações pelo Bicentenário da Independência do Brasil. A galeria, denominada Rosário Negro, funcionará no interior do templo e em um site que está sendo produzido.

Construída através do empenho da comunidade negra de Petrópolis, que recolhia donativos e realizava festas em louvor da santa, a Capela de Nossa Senhora do Rosário foi erigida em uma das extremidades da principal rua de Petrópolis, em terreno doado pelo senador do Império Joaquim Firmino Pereira Jorge e sua esposa Domitila Francisca de Abreu Brandão. Além das disposições religiosas, a Devoção tinha em seu estatuto a finalidade de promover aulas públicas para a comunidade negra.

Na década de 1950, no entanto, o pequeno templo estava em péssimo estado de conservação e necessitava de reformas e ampliação urgentes. Coube a Monsenhor Gentil a tarefa de construir uma nova igreja em homenagem à Senhora do Rosário, inaugurada em 1978. Os ideais de instrução pública não foram esquecidos, e anexa à igreja foi construída uma escola, que hoje leva o nome do valoroso pároco Monsenhor Gentil.

A preservação da memória social através da história da capela e da igreja de Nossa Senhora do Rosário é muito importante para a cidade, pois resgata a intenção original de sua construção como local das etnias afrodescendentes para sua expressão religiosa.

Botão Voltar ao topo
error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização ([email protected]).