Publicidade Concer: Passarelas
Publicidade Concer: Passarelas
Teatro

“69 Cômodos” – peça de teatro documentário faz apresentação gratuita em Petrópolis

Neste sábado (6), o Centro de Cultura Raul de Leoni recebe uma única apresentação gratuita da peça de teatro documentário “69 Cômodos”, às 20h. A montagem do grupo Teatro ao Redor aborda as relações de pessoas comuns com suas casas e com a cidade.

Ao longo de dois meses, os artistas Alex Teixeira, Clarisse Zarvos e Vitor Kruter, integrantes do coletivo, percorreram os bairros da Lapa, Oswaldo Cruz, Penha, Gávea e Pavuna, na cidade do Rio de Janeiro, registrando o cotidiano de moradores, seus sonhos, desejos, relações, memórias sobre os territórios, lutas e intimidades. Os depoimentos, muitas vezes inusitados e envolventes, serviram de base para a criação da dramaturgia que apresenta um conjunto de pequenas histórias, como se cada pessoa fosse um museu individual, carregado de percepções e atravessamentos. Nesse emaranhado de vivências, o grupo se deparou com um ex-compositor da Mangueira, uma senhora que vive há mais de 90 anos na mesma rua e uma criança que sonha em ser atriz de série coreana.

“69 Cômodos representa uma continuação de nossa pesquisa sobre temáticas urbanas. Na peça, o universo da casa não é visto em separação ao ambiente da rua, o que revela diferentes interações entre espaço público e privado”,destaca Clarisse Zarvos, que ao lado de Alex Teixeira, assina direção e dramaturgia desse projeto.

O ponto de partida da peça é o Cortiço Chora Vinagre, localizado na Rua dos Inválidos, na Lapa. Trata-se de uma vila erguida no século XIX, e que inicialmente serviu como espaço de comércio de pessoas escravizadas. Posteriormente passou a ser hospedaria de mercadores que vinham comercializar especiarias no Rio, e nas primeiras cinco décadas do século XX foi residência exclusiva de portugueses, sendo os homens floristas e as mulheres lavadeiras. Até hoje o local mantém as características arquitetônicas típicas do século XIX. O Chora Vinagre é dividido em 69 cômodos (daí surgiu o nome do espetáculo), com dependências coletivas, como banheiros, cozinhas e lavanderias.

“A narrativa do espetáculo se conecta através da tecitura de relações dos moradores do cortiço da Lapa com habitantes de outros quatro bairros da cidade, Oswaldo Cruz, Gávea, Penha e Pavuna. Por meio de um processo fabulatório, construímos uma colcha de histórias que são permeadas por encenações, canções e vídeos”, comenta Alex Teixeira.

A encenação conta com quatro performers (Alex Teixeira, Clarisse Zarvos, Rach Araújo e Zeza Barral) em cena e Leah (atriz convidada e moradora do Chora Vinagre), que contam histórias dos entrevistados fazendo uso de metalinguagem, música ao vivo (com composições de Genaro da Bahia, também morador do Chora Vinagre) e projeções em vídeo. As cenas costuram memórias, imagens, rotinas, sonhos, esperanças e dramas dos entrevistados, relacionando as habitações com a vida na cidade.

Essa é a segunda criação do Teatro ao Redor, a primeira foi “Travessia Tiradentes” – peça itinerante que percorria a Praça Tiradentes e os arredores da região revisitando a memória cultural e a boêmia daquela localidade.

Serviço

Endereço: Centro de Cultura Raul de Leoni – Praça Visconde de Mauá, 305 – Centro

Data: 6 de abril (sábado)

Horário: 20h 

Classificação: 14 anos

Ingresso:gratuito

Instagram: @teatroaoredor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização ([email protected]).