Concer: Bauernfest
Concer: Bauernfest
Agenda cultural

Museu Imperial inaugura exposição “Bairros do Rio na Coleção Geyer” neste sábado

Neste sábado (18), o Ministério da Cultura, o Instituto Brasileiro de Museus, o Museu Imperial e a Sociedade de Amigos do Museu Imperial inauguram a exposição “Bairros do Rio na Coleção Geyer”.

A mostra reúne uma seleção de obras do conjunto iconográfico da Coleção Geyer, que retrata paisagens do Rio de Janeiro representadas por artistas viajantes atraídos pelas belezas da geografia carioca. Reconhecida pelo Programa Memória do Mundo da UNESCO, a coleção é composta por livros raros, litografias, guaches, aquarelas e cartografia produzidos por artistas estrangeiros que estiveram no Brasil entre os séculos XVI e XIX. A partir deste acervo de mais de 4 mil itens, o curador Maurício Vicente Ferreira Júnior, diretor do Museu Imperial, com apoio de Fabiano Cataldo, Márcio Cardoso Miquelino Filho e Patrícia Brígida Pimentel, elegeu 80 obras, para apresentar registros visuais da paisagem da cidade, oferecendo ao público a oportunidade de apreciar imagens que proporcionam um detalhado panorama das regiões do Rio de Janeiro.

A exposição concentra-se na representação da natureza e do cotidiano da cidade, expondo temas de uma verdadeira Brasiliana, que partem do particular, o Rio de Janeiro, para o geral, o Brasil. O olhar dos viajantes e artistas que passaram pela cidade apresentaram aspectos naturais e antrópicos da capital do Brasil Reino e do Brasil Imperial, contribuindo para a comunicação do Brasil com o mundo.

São itens iconográficos produzidos por viajantes e cronistas de várias nacionalidades, como o príncipe Adalberto da Prússia, Edward Kretschmar, Johann Moritz Rugendas e Edward Hildebrandt, dos estados germânicos; os ingleses Richard Bate, Henry Chamberlain, Nicolas Pocock, Emeric Essex Vidal e William Gore Ouseley; o suíço Abraham Louis Buvelot; o austríaco Thomas Ender; o chinês Sunqua; o belga Benjamin Mary; e os franceses François Auguste Biard, Jacques-Etienne Victor Arago, Godefroy Engelmann, Eugène Cicéri e Dominique Serres; além de uma infinidade de artistas que escolheram permanecer no Brasil, como Pieter Godfred Bertichem, Emil Bauch, Nicola Antonio Facchinetti, Joaquim Cândido Guillobel, Friedrich Hagedorn, Félix Émile Taunay, Joseph Alfred Martinet, August Müller, Henry Nicolas Vinet, entre outros.

“Bairros do Rio na Coleção Geyer” apresentará iconografia e literatura em perfeita harmonia ao incluir trechos de Machado de Assis, igualmente selecionados de obras da Coleção Geyer, no circuito, oferecendo ao público a oportunidade de uma verdadeira viagem no tempo.

Coleção Geyer

Doado ao Museu Imperial em 1999, pelo casal Maria Cecília e Paulo Fontainha Geyer, o conjunto iconográfico da Coleção Geyer, inscrito no Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO, reúne livros raros, litografias, guaches, aquarelas e cartografia produzidos por viajantes e artistas estrangeiros que aqui estiveram entre os séculos XVI e XIX.

“Para as gerações que nos sucedem, registro a minha inabalável confiança que um renovado espírito público acresça mais um dever dentre as múltiplas atribuições de nossa cidadania: o de preservar as lembranças do passado artístico e cultural que são o sentido maior de toda nação” (Paulo Geyer).

Serviço

Exposição “Bairros do Rio na Coleção Geyer” Curadoria: Maurício Vicente Ferreira Júnior, com apoio de Fabiano Cataldo, Márcio Cardoso Miquelino Filho e Patrícia Brígida Pimentel Em cartaz a partir de 18 de maio de 2024.

Museu Imperial
Rua da Imperatriz, 220, Centro, Petrópolis – RJ
(61) 3521-4455 De terça a domingo Palácio: 10h – 18h Jardins: 7h – 18h Pavilhão das Viaturas: 10h – 18h Loja | Cafeteria: 10h – 18h Ingresso para visitação ao Palácio: R$ 10 e R$ 5,00/ Pagamento somente em dinheiro

Botão Voltar ao topo
error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização ([email protected]).