Concer: Bauernfest
Concer: Bauernfest
Agenda cultural

28ª edição do Solstício do Som acontece na Praça da Liberdade

A edição de inverno do Solstício do Som acontece de 14 a 20 de junho na Praça da Liberdade. Durante sete dias, o evento reunirá uma diversidade de artistas e bandas de diferentes estilos musicais, passando pelo Trap, Rap, Rock, Jazz e MPB, e valorizando a música autoral. O evento é aberto ao público e celebra a chegada do inverno, que ocorre no dia 20 de junho.

“Estamos muito satisfeitos em poder apresentar gratuitamente 30 apresentações musicais, vindas de todos os cantos da cidade e de outros municípios, todas originais e autorais no formato definitivo de sete dias, além de oferecer o tradicional Palco Livre do Solstício de Inverno no encerramento”, afirma João Verleun, organizador do evento.

A programação do Solstício do Som vai começar na sexta-feira, 14 de junho, com apresentações de Tuchi e Lego às 18h, seguidos por Home Grow às 19h, Nega Preto, às 20h, e Igor Oggy, às 21h, todos de Petrópolis. No sábado, 15 de junho, o evento continua a partir das 13h com Fugere, com integrantes de Petrópolis e Juiz de Fora, seguido por Séquito, de São Gonçalo, às 15h; Sound Bullet, do Rio de Janeiro, às 16h30; Giovanna Moraes, de São Paulo, às 18h; Sergio Diab Stratoman, do Rio de Janeiro, às 19h30, e Lala Valone, de Petrópolis, às 21h.

No domingo, 16 de junho, as apresentações começam às 13h com Edu Nascimento, de Petrópolis, seguido por Fraternidade da Pedra, do Rio de Janeiro, às 15h; Negrayscow, de Petrópolis, às 16h30; Innocence Lost, do Rio de Janeiro, às 18h; Urantia, de Petrópolis, às 19h30 e Hammerhead Blues, de São Paulo, às 21h. Na segunda-feira, 17 de junho, Pedroso & Pedrosa se apresentam às 18h, seguido por Belle Trio, às 19h30, e João Felippe, às 21h, todos de Petrópolis.

Na terça-feira, 18 de junho, Montanha Jazz, de Petrópolis, abre a noite às 18h. Logo depois, Letto do Rio de Janeiro sobe ao palco, às 19h30, e Giu, de Petrópolis, às 21h. Na quarta-feira, 19 de junho, Reall Lil G, de Petrópolis, se apresenta às 17h, seguido por Léo Carbona e Os Forasteiros, às 18h; Clube da Montanha, de Petrópolis, às 19h30; e Morcegula, com integrantes do Rio de Janeiro e Uberlândia, às 21h.

O evento encerra na quinta-feira, 20 de junho, com Nega Jay, de Petrópolis, às 17h; Marcio Negócio, às 18h, Pestana, às 19h, e o Palco Livre – Solstício de Inverno, às 20h30, todos de Petrópolis.

Nesta edição, o Solstício do Som conta com recursos do Edital Alan Sask do Instituto Municipal de Cultura – Prefeitura de Petrópolis, e patrocínio da Dark City.

Sobre o Solstício do Som

O evento é realizado em Petrópolis desde 2010, duas vezes ao ano, celebrando as chegadas do inverno e verão. O objetivo é promover a ocupação responsável de espaços públicos no Centro Histórico, promovendo a arte produzida na cidade, seja nas áreas da música, dança, literatura ou artes visuais.

O Solstício do Som representa um espaço que incentiva os artistas a investirem em suas obras e estimula profissionais da cultura quanto à promoção de eventos que criem espaço para o trabalho artístico autoral no município. O evento também gera empregos temporários e permanentes na sua produção e serviços.

Botão Voltar ao topo
error: Favor não reproduzir o conteúdo do AeP sem autorização ([email protected]).