por Eduardo Stotz, presidente da CMV Na história republicana do Brasil, os golpes militares são inseparáveis das lutas de classes e representam um desfecho político dessa luta em favor das dominantes. A deposição do presidente João Goulart por um núcleo do alto comando das Forças Armadas em 1º. de abril de 1964 faz parte dessa..." />